Cabeçalho

Image Map

22 julho 2017

Inscreva-se! Recomendando canais #3

Todas as sugestões desse quadro são baseadas em opiniões pessoais!

E o canal recomendado de hoje é...


Apesar de ser um canal com a maioria das palestras em inglês, o TED Talks possui várias legendas. Então, se você for visitá-lo, não se preocupe: lembre-se apenas de adicionar as legendas no Youtube.

O TED é uma ONG sem fins lucrativos que promove palestras incríveis e inspiradoras desde 1984!  Com a popularização do Youtube, ele acabou migrando pra rede social, mas inicialmente seus vídeos ficavam somente compilados nesse site aqui.  Como já foi dito anteriormente, a maioria das palestras estão em inglês, mas há mais de 100 línguas para fazer a tradução! Incrível, né?


Ok, você pode estar se perguntando agora: o que eu quero com palestras? Elas são chatas, monótonas, cansativas e a pessoa fica em cima de um palco lendo uma folha de papel. Muito inspirador!  Reveja seus conceitos, pois o TED Talks promove palestras que saem desse arquétipo: são descontraídas, a maioria recheada de piadas, dinâmicas, bem articuladas, além do uso de outros recursos como slides para complementar. 

Eu conheci as palestras bem recentemente, num comentário avulso em um dos vídeos da Jout Jout. Descobri que havia mais de sete milhões de inscritos no canal e mais de 2000 vídeos enviados! Afinal, por que eu estou recomendando ele se já possui tantas visualizações e é bem conceituado?  Obviamente, por ver tão poucas pessoas falando sobre o assunto aqui no Brasil, mesmo que tenha vários brasileiros palestrando por lá . Inclusive, alguns nomes bem famosos participaram de um TED Talks, como Bill Gates, Stephen Hawking e o Papa Francisco.



Os assuntos divergem muito, desde religião, filosofia até ciência, todos inspiradores, com base científica, estudo, e com uma galera que está ali na frente e sabe o que falar . Os vídeos não são muito compridos, com no máximo 20 minutos. Há, claro, algumas palestras bem mais descontraídas, como a do "Inside the mind of a master procrastinator", onde o palestrante traz pensamentos a respeito da procrastinação . O objetivo, afinal, é disseminar ideias, disseminar conhecimento sem se ater muito ao prolixo, mantendo uma linguagem acessível para população. Vale a pena conferir!



Para além dos objetivos de conhecimento, que são bem dinâmicos e, particularmente, conseguem inspirar muitas pessoas, você pode ver os vídeos para tentar aprimorar seu inglês, visto que a maioria possui legendas!  Como os palestrantes costumam ter uma boa projeção de voz e pronunciam claramente as palavras, isso facilita ainda mais.





15 julho 2017

Inscreva-se! Recomendando canais #2

Este post é baseado em meus gostos pessoais!

E o canal de hoje é...
Fotografando à mesa! O canal da Isabella e do Felipe



Eu conheci os dois através do canal da Tati (calma, em alguma outra hora eu falo do trabalho dela), que recomendou em um de seus vídeos. E me surpreendi com a qualidade da produção e da fotografia, além da recorrência das postagens (faz um ano que  postam volgs todos os dias!). E, no entanto, eles possuem pouco mais de 60.000 inscritos 

O Fotografando à mesa começou como uma ideia de juntar fotografia e gastronomia . Tanto que os primeiros vídeos deles possuem o formato de um canal de cozinha, com o acréscimo de um cenário e fotografia maravilhosos! Eu não acompanhava o canal nessa época, já que eu conheci o casal esse ano, mas eu dei uma olhada nas Playlists de receitas e... são deliciosas! Eu descobri que eles montaram até um blog na época pra divulgar as receitas , mas está parado.


  
Fanart linda no instagram deles 



Mas, para além das receitas, o Felipe e a Isabella começaram a montar um canal de vlogs mostrando os passeios deles por São Paulo, falando sobre vida de adulto, dando dicas sobre relacionamentos de forma madura, gravando vlogs com amigos, dicas de limpeza, até uma viagem quando foram à cidade do Cabo (África do Sul!)... Uma mistura de coisas de como é a vida dos dois desde que se tornaram adultos e decidiram viver juntos. E gatos .





O mais incrível é a desconstrução criada dentro do canal. O relacionamento deles, pelo que é nos mostrado e nos contado, não tem mais aquele velho "mulher aqui" e "homem ali". Os dois conseguem dividir as tarefas de casa, desde limpeza até cozinha, e se apoiam mutuamente em suas decisões. Recentemente, a Isabella raspou seu cabelo num ato de rebeldia às imposições sociais e curiosidade... E não houve nenhum tipo de discussão por suas decisões individuais, apenas apoio! Sem contar alguns vídeos da Isa maquiando o Felipe 

Espera aí, só mais um segundo:









08 julho 2017

Inscreva-se! Recomendando canais #1

 Todas as recomendações desse quadro são baseadas em gostos pessoais.

E o canal recomendado hoje é...

Afros e Afins por Natály Neri! 




O Youtube nos proporciona experiências incríveis, já que temos a oportunidade de conhecer diferentes realidades. Por meio do canal da Natály, eu consegui, de alguma forma, entender melhor a questão do negro no Brasil, o racismo institucional, a apropriação cultural, colorismo, entre outros assuntos relevantes. O canal dela me proporcionou o conhecimento sobre temas que eu nunca imaginei conhecer, além de me tirar da zona de conforto e começar a questionar os privilégios que eu tenho por ser branca.

Tô muito apaixonada  por esse vídeo:



Eu conheci ela mais ou menos na época de uma polêmica que começou lá em Curitiba. Vocês provavelmente vão lembrar da mulher branca que foi abordada por um grupo de mulheres negras no metrô por estar usando turbante, um símbolo da cultura negra. Na época, começaram a sair diversos vídeos sobre apropriação cultural. Acabei esbarrando no vídeo da Natály e consegui, de alguma forma, abrir minha mente pra tentar mudar a minha forma de ver a situação - a forma que, diga-se de passagem, a mídia disseminou 







O melhor do canal, além da fotografia incrível, é que ela consegue explicar as questões com base em conceitos da sociologia.  Ou seja, não se atém somente ao ponto de vista dela como mulher negra, e sim na questão social, nos dando uma ideia muito mais ampla. Para além desses tópicos, a Natály também discorre sobre moda consciente , brechós, maquiagem , autoestima, insegurança, viagens, filmes, seriados, universidade... E quase sempre conseguindo encaixar dentro deles a situação dos negros no Brasil. 

Ano passado, o PC Siqueira abriu um cantinho no canal dele pra falar sobre o espaço dos negros no Youtube e, pra discutir o assunto,  chamou a Natály:





Dê uma olhada! Mesmo que você não queira conhecer e se aprofundar em termos das ciências sociais, existem outros vídeos que podem te interessar. Recomendo muito um quadro recente, #VidaUniversitária , onde ela discorre sobre as experiências dela na universidade, como foi viver numa república, lidar com pessoas diferentes... Muito bom!


05 julho 2017

Inscreva-se! Recomendando canais



O Youtube é uma plataforma de vídeos criada em 2005. Desde então, ele vem se aprimorando e popularizando, sendo uma das redes sociais mais vistas atualmente. Antes mesmo de se tornar tão grande, a gente já tinha uma ideia de como os canais funcionavam por meio do iCarly  - sim, aquela sitcom de dez anos atrás! Mas foi com o Youtube mesmo que milhares de pessoas com diferentes realidades, religiões, etnias e vivências puderam compartilhar suas experiências. E se tornarem influenciadoras...



Como todo mundo bem sabe, isso não traz só benefícios, pois também abre portas pras pessoas compartilharem bobagens - divertidas, sim, mas que não te acrescentam nada -, disseminar preconceitos e transformar o Youtube em um reality show, com direito a canais de notícia diárias sobre intrigas dentro da plataforma . Fica no ar.  Como bem sabemos, recentemente ele se tornou alvo de polêmicas depois que uma menina do estrangeiro tentou fazer um vídeo... com uma arma. E acabou acertando seu namorado. 

Tudo isso contribuiu e ainda contribui para que muitas pessoas desacreditem na humanidade. O Brasil, então... ainda pior:  o preconceito, o machismo, "as brincadeiras" e irresponsabilidades ficam ainda mais evidentes a cada vídeo postado. "O brasileiro é um povo zoeiro" e "A zoeira nunca acaba" são motivos de orgulho e os bordões são levados ao exagero. Mas nem tudo está perdido!



Existem vários canais escondidos no fundo do desconhecido... E que são maravilhosos! Trazem cultura, anime, cinema, música, literatura, questionamentos, estudo e muito mais! E, infelizmente, não possuem o devido reconhecimento... Esse quadro, portanto, tem a grande missão de recomendar todo sábado um canal novo pra você acompanhar, se inspirar e se maravilhar  Até sábado!




04 dezembro 2016

That '70s Show



Autores: Mark Brazill, Bonnie Turner e Terry Turner.
Produção: 1998 - 2006
Oito temporadas, 200 episódios

Comédia



Resultado de imagem para That '70s Show


A série se passa na década de 70 e traz vários elementos da época, desde sistema patriarcal (o homem sustenta a família), roupas, programas de televisão, aparelhos domésticos antigos, etc. Vários episódios descontroem o machismo daqueles tempos e abordam situações sérias com humor.

Segue na linha sitcom (do inglês "situação engraçada", de comédia), da mesma maneira que outros seriados famosos como Friends, The Big Bang Theory, How I Met Your Mother e ICarly.



Se você gosta de seriados como Skins e Freaks and Geeks, vai gostar deste seriado. Primeiramente, porque sempre estão fazendo o sagrado "círculo" quando vão fumar maconha, além de trazer vários dramas adolescentes. Mas não se engane: as histórias paralelas são divertidas também, pois os pais do Eric são, além de estereótipos da época, os personagens mais engraçados. A risada da Kitty e o famoso jargão do Red vão te fazer rir toda vez.






O grupo é composto por: Fez, Hyde, Eric, Donna, Jackie e Michael, tendo mais foco em Eric, já que estão sempre reunidos no porão de sua casa.

Resultado de imagem para png separador

Donna Pinciotti

Personagem feminista, forte e independente, Donna sempre teve vontade de viajar para conhecer o mundo. É vizinha do Eric desde a infância e os dois são muito amigos. O maior foco de seus problemas são os pais, que estão sempre brigando.

Reconhece a atriz? Laura Prepon, atuou na série October Road e Orange is The New Black.
Resultado de imagem para png separador

Eric Forman

Eric é um adolescente magro e desajeitado. Mimado pela mãe e constantemente criticado pelo pai, um dos únicos momentos que ele tem é quando se reuni no porão de sua casa com os amigos.

O personagem é interpretado pelo ator Topher Grace, que fez O Homem Aranha 3 e atuou em Predadores, filme de ficção científica e horror.
Resultado de imagem para separador png


Steven Hyde

Um dos mais apaixonantes personagens, Hyde é aquele cara rebelde com um passado traumático e que não fala muito. Eric é seu melhor amigo. Sempre tem um comentário maldoso e faz piadas em momentos inapropriados.

O ator chama-se Danny Masterson e interpreta no seriado O Rancho.


      Resultado de imagem para separador png


Jackie Burkhardt
É a típica menina mimada e tagarela, Jackie namora Kelso, outro personagem da série. Ironicamente, ela é casada com o ator na vida real. Evolui muito durante a série e deixa muitas vezes de ser uma garota metida.
É quase impossível não ter ouvido falar de Mila Kunis, uma atriz muita famosa que interpretou em Amizade Colorida, Cisne Negro, O Ursinho Ted e em Perfeita é a Mãe (Bad moms).

Resultado de imagem para separador png

Michael Kelso
Resultado de imagem para michael kelso


Michael é um personagem imaturo que sempre tem algo idiota pra falar. Divertido, sempre inventa brincadeiras perigosas que não acabam terminando muito bem. Namora Jackie e sempre fala aos seus amigos que vai terminar com ela, embora nunca faça.                                                                                     
Ashton Kutcher fez filmes conhecidos como Efeito Borboleta e Jogo de Amor em Las Vegas (passou ao menos trezentas vezes na Sessão da Tarde).




Resultado de imagem para png separador
Fez
O maior mistério da série é seu nome e o lugar de onde veio, sendo um estrangeiro com sotaque regularmente apontado por seus amigos. É chamado de "Fez" ou "FES" (uma sigla que, em inglês, significa ForeignExchange Student - estudante de intercâmbio). Sempre está atrás de mulheres e distribuindo cantadas, embora não seja muito popular. 

O personagem é interpretado pelo ator Wilmer Valderrama